Coronel Edson morre aos 57 anos de câncer

688

Edson Santos da Silva foi oficial de carreira da PM e secretário municipal de Segurança. Voltaria a ser titular da pasta em janeiro

Morreu na manhã desta quarta-feira, 23/11, em Sorocaba, aos 57 anos, o coronel da reserva Edson Santos da Silva. Ele foi secretário municipal de Segurança de Barueri nos dois governos anteriores de Rubens Furlan e deveria reassumir a pasta a partir de janeiro, com a posse do novo prefeito. O coronel tratava de um câncer no sangue e seu estado de saúde se agravou nas últimas semanas.

coronel1
Como secretário,homenageado nos 95 anos do Grupo Bandeirante, em 2010/Fotos: Secom-PMB

Edson Santos da Silva fez carreira na Polícia Militar e chegou ao posto de tenente-coronel na ativa. Foi comandante do 20º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), sediado em Barueri, de onde saiu para assumir a secretaria municipal. Antes, havia comandado o 14º BPM/M, de Osasco.

O velório estava previsto para a tarde desta quarta-feira e o sepultamento foi marcado para as 17 horas, no cemitério de Barueri.

O coronel Edson morava na Aldeia da Serra. Era casado com Regina Mesquita e deixa dois filhos e uma filha.

Em sua página no Facebook, o prefeito eleito Rubens Furlan deixou a seguinte mensagem:

coronel2
Em cerimônia quando comandava o 20º BPM/M

Hoje o dia amanheceu nublado. Meu grande amigo, Tenente Coronel Edson, companheiro admirável, exemplar Secretário Municipal de Segurança em Barueri nos deixou.

Ainda havia muito para ser feito, amigo. Tenho certeza que, juntos, novamente construiríamos mais um grande governo.

Mas Deus o chamou antes. Que Sua vontade seja feita e você esteja em um bom lugar. Que Deus conforte os familiares e amigos.

Saudades do amigo Furlan.