Morador denuncia caixa d’água aberta no Jardim Tupã

905

Prefeitura já teria sido acionada, mas até o momento nada foi resolvido

Foto: Arquivo pessoal

Um morador do Jardim Tupã reclama de uma caixa d’água destampada em uma casa próxima à sua residência, na rua Fagundes Varela. Segundo André Prutki, o problema persiste há quase três semanas e, sempre que ocorrem temporais, ele e outros moradores do bairro temem a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Qualquer lugar que possa acumular água limpa e parada, como caixa d’água mal tampada, latas e vasos de plantas, pode se tornar um criadouro do mosquito – que, além da dengue, transmite o zika vírus, a febre amarela e a chicunguya. Para evitar casos de doenças como estas no bairro, André teria entrado em contato com a prefeitura diversas vezes por telefone, e-mail e, inclusive, por meio das redes em busca de uma solução para o caso. Mas até o momento nada foi resolvido.

Após enfrentar mais um dia de chuvas intensas na segunda-feira, 11/3, a esposa de André também teria feito uma ligação para o telefone do Centro de Prevenção e Combate à Dengue da prefeitura. “Disseram para ela que não iam mandar ninguém porque estava chovendo”, relata, demonstrando indignação com o descaso do órgão.

Enquanto isso, no dia 26 de fevereiro, circulou um vídeo nas redes sociais no qual o prefeito de Barueri, Rubens Furlan, informa que está intensificando a campanha de combate à dengue na cidade. Ele destacou a importância da participação dos moradores nas ações – que visam garantir a extinção do mosquito Aedes aegypti. “Vamos vencer o mosquito da dengue, ele é muito pequeno para ganhar de nós”, afirmou no vídeo.

Na foto disponibilizada por André ao Barueri na Rede, é possível perceber que, de fato, não há nada que proteja a caixa d’água do calor e das constantes chuvas dos últimos dias. Ele também comentou que já conversou com o proprietário do imóvel.

O BnR procurou a Administração Municipal para questionar sobre a situação, que informou ter repassado a reclamação para Vigilância em Saúde, que “solicitou à equipe de zoonoses uma vistoria do local (caso ainda não tenha sido realizada) ainda hoje”.

Casos confirmados no interior

A Secretaria de Saúde de Bauru confirmou, no dia 15 de fevereiro, 875 novos casos de dengue no município, todos contraídos na própria cidade. Em Andradina, no mês de janeiro, também foram contabilizados 1.320 registros da doença. Já a cidade de Franca confirmou 1894 suspeitas de dengue em 2019.