Modelo que agrediu barueriense em restaurante disse estar arrependida

93
- Publicidade -

Fernanda Bonito admite ter atirado um copo contra a consultora Milka Borges, e alega não ter tido a intenção de causar sofrimento à vítima

images (225×225)
A modelo de 27 anos afirmou em nota estar arrependida e que não queria causar sofrimento à vítima/Fotos: Divulgação

Na última semana, o caso de uma barueriense agredida em um restaurante no Jockey Club, em São Paulo ganhou repercussão nacional (relembre o caso). Milka Borges teve o rosto desfigurado após ser agredida pela modelo Fernanda Bonito, de 27 anos. A modelo emitiu uma nota à imprensa dizendo estar arrependida da agressão.

O caso ocorreu no restaurante de luxo Iulia, que fica dentro do Jockey Club de São Paulo, no último dia 11/1. A vítima, a consultora imobiliária Milka Borges, moradora do Alphaville, foi agredida após uma discussão na fila do banheiro do restaurante. A barueriense acusa Fernanda de ter atirado um copo contra ela, que precisou passar por duas cirurgias, 90 pontos no rosto, além de estar tomando remédios e fazendo drenagens para recuperar os movimentos da face.

Após toda a repercussão sobre o caso, a modelo Fernanda, que é namorada de Rodrigo Lima, um dos sócios do restaurante, disse estar arrependida e que não teve a intenção de causar sofrimentos à Milka. Na nota enviada à imprensa, Fernanda afirma que se desentendeu com outras frequentadoras do estabelecimento porque, sem querer e perceber, passou em sua frente na fila do banheiro. “Eu errei, disso nasceu uma discussão entre eu e duas moças, com uma delas ocorreu a agressão mútua, sendo que ela tentou me imobilizar; escapei e para me defender, porque ela era bem maior que eu, joguei nela o primeiro objeto que vi pela frente”, descreve a modelo na nota.

Ela continua dizendo estar arrependida e que também teria sofrido ferimentos. “Eu não queria causar aquela lesão e o sofrimento dessa moça. As pessoas que estavam naquele banheiro podem, com honestidade, confirmar o ocorrido, que ficou restrito exclusivamente às pessoas que aqui mencionei e também foi testemunhado por uma conhecida (Giovana), além de uma faxineira que estava no local”, relata ela. Por fim, a modelo alega que lamenta profundamente e que tentará de todas as maneiras se retratar do ocorrido.

Já o restaurante Iulia declarou em nota que “os funcionários atuaram para acalmar os ânimos, bem como oferecer assistência inicial à Milka, para conduzi-la ao hospital”. Disse ainda que “Fernanda Bonito não é sócia do negócio e deverá responder pela consequência de seus atos”.

A agressão foi registrada na 34ª DP, da Vila Sônia, como lesão corporal, onde um inquérito foi aberto para investigar o caso.

- Publicidade -