Médicos do HMB denunciam salários em atraso

1122

Profissionais da clínica, pronto-atendimento (PA), unidades semi-intensiva e intensiva estariam com três meses de salários atrasados

Médicos do Hospital Municipal Dr. Francisco Moran estão com salários atrasados há três meses. De acordo com a denúncia, a Organização Social (OS) SPDM, que gerencia o hospital, está em débito com profissionais da clínica, pronto-atendimento (PA), unidades semi-intensiva e intensiva.

Uma fonte ouvida pelo Barueri na Rede afirma que os médicos estão há três meses sem salários. Eles aguardavam receber pelo menos parte do valor até o dia 25/4, mas nada foi pago. Mais de 20 profissionais estariam nessa situação.

“Muitos pensam em se desligar porque a situação está insustentável”, afirma uma fonte que não quis ser identificada. “Profissionais já pensam em acionar o sindicato dos médicos de Osasco e região”, completa.

O BnR procurou a direção do HMB por meio da Secretaria de Comunicação (Secom) da prefeitura sobre o caso e em nota, a SPDM informou que ‘foi promovida uma pequena alteração no fluxo de caixa do local, que alterou a data dos pagamentos de honorários médicos de parte das equipes da unidade, conforme previamente informado e acordado’.

A nota diz ainda que ‘apesar de existirem algumas pendências de pagamentos a prestadores de serviços, não procede a informação de três meses de atraso no pagamento de funcionários. Todos os salários estão em dia na unidade’. A SPDM afirma que trabalha para solucionar tais pendências o mais rápido possível e que ‘inclusive, na próxima semana, serão quitados valores pendentes’.