Medicamento causa reação alérgica em menina de dez anos, diz mãe

1491

Criança foi atendida na UBS Chácaras Marco e aguarda vaga para ser avaliada por dermatologista 

No dia 7/12, o atendimento para tratar de uma inflamação de garganta resultou em crises de convulsões e uma grave alergia em uma criança de dez anos. De acordo com a mãe, um antibiótico receitado para a filha  na Unidade Básica de Saúde (UBS) Chácaras Marco, pode ter desencadeado um quadro que vem se agravando.

A alergia começou a atingir a região da boca da criança  

Segundo relatos da mãe, Tábata Caroline Manoel Ferreira, desde que a filha foi medicada para tratar de uma doença recorrente em crianças, passou a ter problemas nunca apresentados anteriormente. “Depois do medicamento, ela passou a ter convulsões frequentes e apresentar feridas pelo corpo. Hoje, ela já não consegue mais ficar em pé, não consegue mais andar”, desabafa.

Tábata também contou que esteve em outras unidades de saúde da região em busca de atendimento para a criança, inclusive no Pronto-Socorro Central (Sameb) e no pronto-socorro do Engenho Novo – onde teria sido informada de que seria em vão a procura de tratamento nestes locais todos os dias. “Mesmo assim, eu continuo indo nos prontos-socorros, porque a minha filha está sentindo muita dor, ela sente a pele queimar”, descreve.

A mãe afirma ter retornado à UBS duas semanas atrás e conversado com a pediatra que atendeu a menina. “A médica disse que o medicamento que ela passou foi como um veneno.” Neste dia, a profissional da saúde teria feito o encaminhamento da criança, com prioridade de atendimento, para um médico dermatologista. No entanto, a mãe ainda não conseguiu uma vaga para a criança. “Ela precisa passar primeiro por um dermatologista para, apenas depois, conseguir uma vaga com um especialista em alergia”, explica. Diante da demora, a mãe teme que o estado de saúde da criança se agrave.

Ao ser questionada sobre o ocorrido, a prefeitura, por meio da Secretaria de Comunicação (Secom), informou que o caso está sendo investigado.