Mãe reclama da falta de apostilas na Emef Raposo Tavares

367

Prefeitura diz que apostila é apenas um complemento dos materiais didáticos, e que aguarda a conclusão de um processo de licitação

Meses após o início das aulas, estudantes da Emef Raposo Tavares ainda estão sem receber as apostilas referentes ao ano letivo. É o que afirma a mãe de um aluno da instituição, que fica na Vila Boa Vista.

De acordo com a mãe do estudante, que pediu para não ser identificada, as crianças estão tendo que copiar todo o conteúdo das matérias diretamente da lousa – o que tem prejudicado o rendimento escolar de seu filho e de outros estudantes. “Às vezes, meu filho, que está na sexta série, não consegue copiar tudo no tempo da aula e acaba não conseguindo estudar direito para as provas – que já estão se aproximando”, relata, demonstrando indignação com a situação enfrentada pelos estudantes.

Ela também disse ao Barueri na Rede que, em 2018, as apostilas com os conteúdos que são trabalhados em sala de aula foram entregues, apenas, no segundo semestre. Ela teme que a situação ocorra novamente este ano. “Se não entregarem logo, acho que nem precisam mais gastar dinheiro com isso. Não tem lógica”, acredita.

Ao ser questionada sobre a demora na entrega do material didático, a prefeitura, por meio da Secretaria de Comunicação (Secom), informou que a Secretaria de Educação está aguardando a conclusão de um processo de licitação para entrega das apostilas. “Entretanto, a apostila é só um complemento, não se deve utilizar de um material em detrimento do outro”, disse o órgão.

A administração municipal afirmou ainda que “todos os estudos de especialistas apontam que copiar atividades da lousa é essencial para o desenvolvimento de habilidades como: coordenação viso motora, coordenação fina, orientação espacial e temporal. A Secretaria de Educação garante que a gestão da escola será orientada para acompanhar mais essa sala”.