Conta de luz fica mais cara em Barueri a partir desta quinta

1713

Reajuste será de 6,48% para residências e 8,46% para grandes empresas e passa a valer a partir do próximo vencimento

Na última terça-feira, 2/7, foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) um reajuste médio de 7,03% na conta de luz de residências e no comercio em Barueri e região. Para casas e pequenos estabelecimentos, o aumento será de 6,48%, enquanto para grandes empresas e indústrias, de 8,46%. Os reajustes passam a valer a partir do próximo vencimento.

Além de Barueri, outras cidade que são atendidas pela Enel (antiga Eletropaulo) terão a conta de luz mais alta, como a capital São Paulo, e municípios da região como Carapicuíba, Osasco, Itapevi, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus e Jandira.

De acordo com a distribuidora de energia, o aumento e a revisão da tarifa são feitos a cada quatro anos, e têm como objetivo preservar o equilíbrio econômico e financeiro da companhia. Segundo a Enel, o aumento foi puxado pelo maior custo na aquisição de energia, hoje responsável por 34% do valor da tarifa.

Além do custo de energia, o valor da conta de luz é destinado em 25% para tributos, 17,8% para custos de distribuição, 13,9% em encargos setoriais e 8,5% para custos de transmissão.