Carro de fiscais da prefeitura é atingido por tiro

1666

Veículo foi alvejado quando trafegava pela rua da Prata. Segundo funcionários, agressões são frequentes

fiscal1
Viatura foi atingida por disparo de arma de fogo na terça-feira

Um carro de fiscais da prefeitura de Barueri foi atingido por um tiro na tarde de terça-feira, 12/6, quando trafegava pela rua da Prata, na Vila Porto. O disparo perfurou o vidro traseiro de veículo, mas não atingiu nenhum dos ocupantes. Perícia realizada posteriormente teria concluídou que a bala partiu de uma arma de calibre 22, segundo a versão dos servidores.

De acordo com fiscais ouvidos pelo Barueri na Rede, o tiro é apenas o mais recente episódio de uma série de agressões sofridas por eles nas ruas da cidade, Antes disso, em 22 de abril, um grupo de quatro homens armados esteve na sede da Secretaria de Meio Ambiente, que abriga a equipe de fiscalização, procurando pelos fiscais municipais. O caso foi relatado no livro de registros da segurança do prédio.

Temos sido atacados com frequência e nenhuma providência foi tomada até agora para a nossa segurança”, afirma um funcionário. O BnR teve acesso a vários Boletins de Ocorrência e pedidos de exames de corpo de delito solicitados pela Polícia Civil. “Somos agredidos fisicamente e sofremos ameaças constantes”, diz outro fiscal.

De acordo com os funcionários ouvidos, as agressões partem principalmente de camelôs ou pessoas ligadas a eles. “De um lado, a prefeitura nos manda enfrentar os camelôs; de outro, não temos proteção nem respaldo da própria prefeitura”, desabafa um servidor.

Procurada pelo BnR, a Secretaria de Indústria, Comércio e Trabalho diz que tem promovido ações conjuntas dos fiscais com agentes da GCM, e que também mantém contato estreito com a Polícia Civil para dar suporte, investigar e coibir as agressões, de acordo com o que a legislação municipal específica. Agressores que participaram de ações anteriores foram identificados e estão respondendo criminalmente, afirma a secretaria.

Sobre as razões da agressões, a pasta afirma: “Com a intensificação de atuação do setor de fiscalização da cidade de Barueri, para coibir as práticas ilegais de atividades comerciais, bem como para combater o mercado ambulante e as publicidades ilegais, surgem as insatisfações e represálias contra os nossos fiscais, contudo, a delegacia de policia de Barueri, juntamente com o serviço de inteligência da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana do municípios estão tomando as devidas precauções para coibir estas práticas criminosas destas pessoas”.