Campanha do Agasalho entrega mais de 32 mil peças e entra na reta final

881

Meta é amparar sete mil famílias de todas regiões da cidade até o fim da campanha, dia 15/7

Campanha assistiu várias famílias em diversos bairros de Barueri/Fotos: Divulgação

Campanha assistiu famílias em diversas regiões de Barueri/Fotos: Divulgação

Nesta terça-feira, 27/6, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social divulgou o balanço da Campanha do Agasalho 2017, que vai até o dia 15 de julho. Até então, a ação arrecadou mais de R$ 37 mil e foram entregues em torno de 32 mil peças de vestuário, entre roupas, calçados e cachecóis, e 18 mil cobertores a mais de cinco mil famílias.

Iniciada no mês de março, a campanha deste ano contou ainda com a verba extra do Food Park Barueri, que destinou à causa parte da arrecadação do evento gourmet que ocorreu no Parque Municipal Dom José no dia 25/6. “A arrecadação com os food trucks no Parque Municipal foi um diferencial da campanha deste ano. Atitudes como essa são superimportantes e podem voltar a acontecer para ajudar outras causas sociais que a prefeitura apoia”, contou a primeira dama e presidente do Fundo Social Estrela Guia, Sônia Furlan, em entrevista ao Barueri na Rede.

Ainda segundo Sônia Furlan, Barueri é a “única cidade que doa apenas roupas novas”. A Campanha do Agasalho no município recebe as doações de peças usadas e posteriormente realiza bazares para converter essas arrecadações em fundos – dinheiro – que, aliados à verba em caixa do Estrela Guia, são revertidos na compra de itens novos para entregar às famílias Este ano, foram beneficiados os bairros do Parque Imperial, Engenho Novo, Jardim Mutinga, Jardim Silveira e Jardim Belval, que estão cadastradas nos cinco Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

O resultado da campanha deste ano foi pior do que o de versões anteriores. Para a primeira dama “com a crise atual do país, as pessoas estão doando menos e estão menos solidárias”. Um outro motivo seria mais local e especifica de Barueri: o corte que terminou com a parceria com o Senai, que por meio do curso de moda ajudava com agasalhos que eram feitos pelos alunos.

Além de atender à população mais carente, a ação alcança também os serviços sociais que funcionam na cidade, como é o caso das famílias assistidas pela Apae Barueri. “Até segunda-feira, 3/7, nós pretendemos amparar também as mães que têm seus filhos em tratamento na Apae”, afirma Sônia Furlan.

A meta da Campanha do Agasalho é alcançar um total de sete mil famílias até o fim da campanha, na primeira metade de julho.

Por Ingrid Miranda e Caroline Rossetti