Alunos do segundo ano de escola do Engenho lançam livros

300

Projeto desenvolvido por professora atrai editora carioca. Todos os alunos participaram e três deles se destavaram

Um projeto de literatura permitiu que três alunos do segundo ano da Emef Padre Luiz de Oliveira Andrade, no Engenho Novo, lançassem este mês livros de sua própria autoria. Os novos escritores são Arthur Carvalho, Gyovana Fernandes e João Pedro Prado, todos com oito anos de idade.

autorezinhosmesa
Pequenos autores tiveram direito até a tarde de autógrafos/Fotos: Secom-PMB

A proposta do projeto Contando Histórias e Trabalhando Valores, nasceu em 2015, quando a professora Rosimeire Amparo da Silva Oliveira fez uma experiência com os alunos de sua sala pedindo que eles escrevessem livremente. A ideia deu certo e este ano foi encampada pela editora Estante Mágica, do Rio de Janeiro.

Todas as crianças do segundo ano escreveram, mas o trio se destacou. A qualidade dos textos surpreendeu os educadores, principalmente em razão da pouca idade deles. Os livros são totalmente criados pelos autores, responsáveis, além do texto, também pelas ilustrações, na maior parte, feitas por eles mesmos.

Arthur é autor de A Corte do Rei Bloquinho, que conta a história de um rei mandão que tem a vida mudada pela família. Gyiovana escreveu Gy no Jardim, uma coletânea de registros autobiográficos, e João Pedro produziu As Aventuras de JP Palito na Escola, que relata a vida de um aluno na escola. O personagem desse livro virou um boneco criado pela editora.

Os livros baruerienses podem ser comprados pelo site www.estantemagica. com.br.