Agosto tem campanha de vacinação contra a raiva

3421

Imunização de cães e gatos é oferecida gratuitamente, com programação nos bairros de 1º e 31/8

Durante todo o mês de agosto, entre os dias 1º e 31, Barueri realiza a Campanha de Vacinação Contra a Raiva Animal. A imunização é destinada para cães e gatos a partir de três meses de idade.

A campanha tem vacinação gratuita e ocorre anualmente, seguindo o Programa de Controle da Raiva Animal do Estado de São Paulo. As doses são aplicadas pela equipe da Secretaria de Saúde municipal, por meio do Departamento Técnico de Controle de Zoonoses (DTCZ).

A orientação é de que animais que estiverem recebendo o imunológico pela primeira vez, tanto filhotes quanto adultos, precisam tomar reforço um mês após a primeira dose. Para a segunda aplicação, os donos dos pets devem procurar o DTCZ de Barueri de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas.

Recomenda-se que os animais estejam presos por guia, no caso dos mais agressivos com o uso de focinheira e os gatos em caixas de transporte. Para fêmeas que possam estar no cio, é indicado que os donos redobrem os cuidados.

De acordo com dados da administração municipal, Barueri registrou o último caso de raiva canina no ano de 2001. Fato que não diminui a importância de manter as vacinas dos pets em dia.

Para a campanha, o município conta com 25 mil doses, que seguirá a seguinte programação em todos os bairros, com atendimento sempre das 9 às 16 horas:

1/8 – Jd. Belval – rua Itaqui, próximo ao nº 267 e ao Cartório

1/8 – Jd. Itaquiti – av. Prefeito João Vila Lobo Quero, próximo ao nº 1001 e à Arena Barueri

2/8 – Jd. Belval – rua Diógenes Ribeiro de Lima, próximo ao nº 210 e à Emef Prof. José Wilson Padinha

3/8 – Jd. Tupanci – rua Marte esquina com rua Dempachi Nakayama, próximo ao Ginásio de Esportes

6/8 – Chácaras Marco – rua Brasilândia, nº 96, próximo ao Maternal Eliane Castanon Pereira

6/8 – Jd. São Luiz – rua Tailândia esquina com rua Alberto José da Mota, próximo à Emef Prof. Taro Mizutori

7/8 – Jd. Califórnia – rua Ponte de Pedras, nº 28, esquina com rua Lourenço Zácaro, próximo à Quadra Poliesportiva

7/8 – Jd. Reginalice – rua Mar Negro esquina com rua Vereador José Vieira, próximo ao Ginásio de Esportes Francisco Pedro César

8/8 – Engenho Novo – rua Dr. Adonai, próximo ao nº 96 e ao Centro Comunitário

8/8 – Engenho Novo – praça da rua Penedo esquina com rua Barueri

9/8 – Engenho Novo – praça da rua Cafelândia, próximo ao Nº 225, esquina com rua Bélgica

10/8 – Centro – pátio da Igreja São João Batista, av. Henriqueta Mendes Guerra, nº 212

13/8 –  Vila Boa Vista – praça em frente à Delegacia de Polícia, rua Presid. Artur da Costa e Silva, próximo ao nº 174

14/8 – Jd. Barueri – praça da av. São Paulo, próximo ao nº 185

14/8 – Jd.dos Camargos – rua da Prata, próximo ao nº 500 e à Maternal Matilde Abreu de Moraes

15/8 – Aldeia de Barueri – rua Engenheiro César Polilo, nº 230, na Praça de Esportes Takeshi Hashimoto

15/8 – Aldeia de Barueri – praça da av. da Aldeia esquina com rua Pará

16/8 – Pq. dos Camargos – praça da rua Iara, nº 346

16/8 – Pq. dos Camargos – alameda Antuérpia, nº 119, próximo ao Ginásio de Esportes

17/8 – Jd. Paulista – praça da av. Marginal Direita, próximo ao nº 272

17/8 – Vale do Sol – rua Nilo, praça de esportes em frente ao nº 22

20/8 – Pq. dos Camargos – rua Renata, próximo ao nº 244 e à Emef Prof. Itajahy F. Martins

20/8 – Pq. dos Camargos – rua Gisele, nº 553, próxima à Maternal Ilda Martins Holanda da Silva

21/8 – Jd. Júlio – praça da rua Adriático, esquina com av. Marginal Direita

21/8 – Jd. Líbano – rua Goiânia, nº 299, próximo à Maternal Maria do Carmo da Silva

22/8 – Jd. Silveira – av. Brigadeiro M. R. Jordão, próximo ao nº 454 e à Policlínica

23/8 – Jd. Paulista – praça da Estrada Velha de Itapevi, próximo nº 2.679 e ao ITB Prof. Munir José

24/8 – Jd. Maria Helena – praça da R. Búzios, esquina com rua Copacabana

24/8 – Jd. dos Altos – Estrada Cícero Borges de Moraes, nº 71, próximo à Maternal Evelyn Mosse Barreiro

27/8 – Pq. Viana – Estrada dos Pinheiros, esquina com a rua Flora, próximo ao CIEF Pedrinho Lopes

28/8 – Pq. Imperial – rua José Martinho, nº 365, próximo à Maternal Professora Lázara Augusta Cardia Sabatine

29/8 – Pq. Imperial 2 – Praça de Esportes Antonio D. Silva da rua Ana Néri, nº 188

29/8 – Pq. Imperial – Centro Comunitário Jaraguá-Mirim, rua Otacílio Alves Martins, nº 514

30/8 – Aldeia da Serra – av. dos Lagos, no Residencial Morada dos Lagos

30/8 – Alphaville – Centro Comercial, próximo ao Cine Teatro

31/8 – Jd. São Vicente de Paula – estacionamento da praça da av. São Vicente de Paula, nº 100, próximo à Emef José Domingos da Silveira

31/8 – Jd. Mutinga – estacionamento do Ginásio de Esportes Manoel Tristão, rua Abelardo Luz, próximo ao nº 606

Orientações

A raiva é uma doença viral grave que afeta o sistema nervoso de mamíferos, inclusive o homem, quando são mordidos, arranhados ou lambidos por animais doentes. O tratamento de animais, após o aparecimento dos sintomas, é ineficaz, por isso é recomendado que não se abandone cães e gatos nas ruas da cidade e que a vacinação seja feita todos os anos.

Os sintomas da raiva canina são mudança de comportamento, agitação, agressividade, tendência a morder objetos, o dono, e até a si mesmo, salivação abundante e alteração do latido. Em felinos, os sinais também aparecem na agressividade e salivação, além de falta de apetite, fobia a água e pupilas dilatadas.

Os morcegos também são transmissores da raiva. Ao ver animais desse tipo em árvores, foros de casas ou caídos no chão – durante o dia – não toque nem deixei que seu pet chegue perto. Cubra morcego com uma caixa, se possível, e ligue para a zoonoses, que um funcionário irá até o local para retirar o animal e encaminhar para exames.

A Vigilância em Saúde municipal orienta que, em casos de a pessoa ser mordida por um cão ou gato, deve-se lavar o local com água e sabão e procurar atendimento médico imediato. O animal que fez a agressão não deve ser morto, ele deve ser mantido isolado e em observação por 10 dias, para identificar se estava infectado com o vírus. Em caso de dúvida, ou morte suspeita do animal, procure o DTCZ.