Agente de trânsito impede suicídio na ponte sobre a Castelo Branco

5893

Avisado por pessoas que passavam pelo local, Vilson Aparecido Rosa convenceu um jovem a desistir de saltar sobre a rodovia

Um agente do Demutran convenceu um jovem a desistir do suicídio na tarde desta quinta-feira, 11/5, na ponte que passa sobre a rodovia Castelo Branco, entre as praças das Bandeiras e Rotary. Vilson Aparecido Rosa passava pelo local indo para o atendimento de outra ocorrência quando foi alertado por pedestres da tentativa de suicídio.

O agente Vilson impediu o suicídio
O agente Vilson impediu o suicídio

O agente, que tem 45 anos e trabalha a cinco no Demutran, conta que estacionou a viatura e se aproximou do jovem, que aparenta idade próxima de 25 anos e já havia ultrapassado o gradil da ponte.  Em um momento de distração do rapaz, Vilson segurou a mochila que ele levava e assegurou que ele ficasse travado. “Ele se apoiava na ponte com o corpo já virado para a rodovia”, relatou Vilson.

Controlando seus movimentos, o agente negociou com o jovem e depois de três tentativas, conseguiu convencê-lo a ser puxado para o outro lado da grade. De acordo com Vilson, o rapaz demonstrava medo e dizia sentir fome e ter tido sua vida ameaçada. “Procurei manter a calma para não apavorá-lo”, contou.

O agente afirmou ainda que foi auxiliado por duas moças que passavam no local no intuito de acalmar o jovem. “Gostaria inclusive de agradecê-las por este gesto humano. Houve também uma mulher que se identificou como policial federal e foi muito acolhedora naquela situação extrema, fornecendo até um lanche para ele“, ressalta.

Em segurança, o rapaz recebeu um primeiro atendimento no local por equipes da GCM e dos Bombeiros, e depois foi encaminhado ao PS Central do Sameb, onde recebeu cuidado especializado.